Dimensionar espaço comum e individuais

Responder
edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 452
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 84 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Dimensionar espaço comum e individuais

Mensagem por edeluz » 30 out 2017, 11:26

Olá a todos,

Após ler alguns tópicos sobre selectividade, quadros electricos parciais, e andar a aprender a dimensionar fusivies, cabos e disjuntores, percebi que ainda não percebo puto disto :D Uma coisa é saber que existem e até perceber como os dimensionar, que ainda não sou muito bom, outra é saber juntar esta história toda!

Criei estes cenários com o objectivo de aprender a dimensionar uma instalação electrica. As plantas vão em anexo.

Nota: Não pretendo que me expliquem tudo tintin por tintin, e muito menos que me façam o trabalho de casa. Pois tenho respeito pelo trabalho dos outros e não pretendo "subir" às custas dos outros. Pretendo sim uma orientação para conseguir aprender.

Atendendo às plantas o que irei precisar será o seguinte (penso eu de que!):

1-Instalação para alimentar iluminação;
2-Instalação para tomadas;
3-Instalação para cada divisão e uma que alberga todo o espaço (tenho que dimensionar atendendo à selectividade);

Na parte de iluminação terei que escolher que tipo de lampadas e quantidades de lampadas é que devo ter em cada espaço, certo? Mais a iluminação comum do espaço (corredor e exterior).
No que toca a tomadas devo dimensionar em função dos equipamentos que já sei que irão lá ligar mais os equipamentos que podem vir a ligar. Por exemplo, a Oficina de Carros vai precisar de equipamentos de potência bem superior da Loja de Vendas e reparações de PC. A instalação tem que estar dimensionada considerando esse factor mais os cenários de possiveis equipamentos que poderão vir a ser ligados. Isto significa que é mais provável a oficina ligar uma bomba de água, para fazer uma pequena reparação, fora do ambito da oficina, do que isso acontecer na loja de pc's.

Portantos...os assuntos que devo começar a estudar será:

1-Selectividade;
2-Como dimensionar disjuntores, fúsiveis;
3- ?????

É nesta fase que preciso de ajuda. Que mais devo considerar?
Pretendo também começar a consultar a documentação da certiel, a tal Instalações de Utilização (RTIEBT).

Obrigado
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.



ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5036
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 21 vezes
Agradecimento recebido: 182 vezes

Re: Dimensionar espaço comum e individuais

Mensagem por ENERGY » 30 out 2017, 18:52

edeluz Escreveu:
30 out 2017, 11:26
Olá a todos,

Após ler alguns tópicos sobre selectividade, quadros electricos parciais, e andar a aprender a dimensionar fusivies, cabos e disjuntores, percebi que ainda não percebo puto disto :D Uma coisa é saber que existem e até perceber como os dimensionar, que ainda não sou muito bom, outra é saber juntar esta história toda!

Criei estes cenários com o objectivo de aprender a dimensionar uma instalação electrica. As plantas vão em anexo.

Nota: Não pretendo que me expliquem tudo tintin por tintin, e muito menos que me façam o trabalho de casa. Pois tenho respeito pelo trabalho dos outros e não pretendo "subir" às custas dos outros. Pretendo sim uma orientação para conseguir aprender.

Atendendo às plantas o que irei precisar será o seguinte (penso eu de que!):

1-Instalação para alimentar iluminação;
2-Instalação para tomadas;
3-Instalação para cada divisão e uma que alberga todo o espaço (tenho que dimensionar atendendo à selectividade);

Na parte de iluminação terei que escolher que tipo de lampadas e quantidades de lampadas é que devo ter em cada espaço, certo? Mais a iluminação comum do espaço (corredor e exterior).
No que toca a tomadas devo dimensionar em função dos equipamentos que já sei que irão lá ligar mais os equipamentos que podem vir a ligar. Por exemplo, a Oficina de Carros vai precisar de equipamentos de potência bem superior da Loja de Vendas e reparações de PC. A instalação tem que estar dimensionada considerando esse factor mais os cenários de possiveis equipamentos que poderão vir a ser ligados. Isto significa que é mais provável a oficina ligar uma bomba de água, para fazer uma pequena reparação, fora do ambito da oficina, do que isso acontecer na loja de pc's.

Portantos...os assuntos que devo começar a estudar será:

1-Selectividade;
2-Como dimensionar disjuntores, fúsiveis;
3- ?????

É nesta fase que preciso de ajuda. Que mais devo considerar?
Pretendo também começar a consultar a documentação da certiel, a tal Instalações de Utilização (RTIEBT).

Obrigado
Boas
Atendendo a que estamos perante um espaço comercial, cada loja terá o seu contador e respetivo Q.E
Logo estas alimentações das lojas vêm diretamente de um Quadro de Colunas.
Os espaços comuns terão também um contador e um Q,E que será também alimentado a partir do Quadro de Colunas.
Cpts.
Energy

joaosousa
Curioso
Curioso
Mensagens: 46
Registado: 20 out 2017, 10:39
Profissão: Eng.Electrotecnico
Enviou: 7 vezes
Agradecimento recebido: 6 vezes

Re: Dimensionar espaço comum e individuais

Mensagem por joaosousa » 31 out 2017, 11:46

Boas, para além do que o Energy disse, há muito mais por de trás do que tens que fazer, antes de chegares às selectividades etc....

Tipo de equipamentos que têm de ser instalados, a oficina vai ter alimentações trifásicas ? (possivelmente sim), que tipo de equipamentos são ? (elevadores, compressores, carregadores de A/C, etc).... Saber a potência que vai ser requisitada por cada Loja, potência que vai ser instalada em ares condicionados.... etc.

Normalmente, começa-se pelo inicio, salvo seja loool

1º Tipo de instalação, estabelecimento, e o que cada "espaço" vai ter que ter obrigatoriamente - Leis que se aplicam ao tipo de edifício e instalação para saber as suas necessidades e obrigações.

2º Peças desenhadas

3º Dimensionamentos

4º Rectificação das peças desenhadas com novos elementos ( Quadros eléctricos, tipos de cabos e fios a utilizar, etc), impressão dos layouts

5º memória descritiva.



Assim por alto, obviamente que cada um faz a sua maneira, e essa ordem pode por vezes ser diferente.

Muita coisa fica a cargo e sensibilidade do projectista e do que o cliente quer, mas, muita coisa é obrigação legislativa ou condições técnicas que têm de ser cumpridas... sinceramente as selectividades ainda é o mais "fácil" e mecânico de sair bem à primeira.... Disjuntores a mesma coisa, quase "chapa 100". Atenção às necessidades de cada máquina especifica, mas, isso não é nenhuma industria que tenha maquinaria pesada....

Sinceramente, para mim, pesa mais a própria concepção em si, número de circuitos por diferencial, numero de circuitos finais por disjuntor, quedas de tensão e por consequência a secção e tipo de cabo / fio a utilizar... o valor da resistência de terra etc.

Responder

Voltar para “Discussão Eletricidade”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Google [Bot] e 4 visitantes