Comunidade de Eletricidade Aniversário 13 Anos
Votação do membro com melhor desempenho, que melhor contributo tem dado ao Fórum.
Faça aqui o seu Voto https://www.eletricidade.net/viewtopic.php?f=11&t=23515
Cumprimentos de toda a equipa.

Nissan: Baterias do Leaf durarão mais de 20 anos e haverá soluções de reutilização

Responder
Avatar do Utilizador
admin
Admin
Admin
Mensagens: 4017
Registado: 02 set 2006, 13:05
Profissão: Eletricista
Localização: Algarve
Enviou: 53 vezes
Agradecimiento recebido: 67 vezes
Contacto:

Nissan: Baterias do Leaf durarão mais de 20 anos e haverá soluções de reutilização

Mensagem por admin » 25 mai 2019, 21:15

Uma das preocupações de quem compra atualmente carros elétricos é o tempo de vida das baterias. Substituí-las ainda é uma dor de cabeça para quem quer investir num veículo elétrico. Desta forma, a Nissan tranquilizou os seus clientes informando que as baterias dos Leaf duram mais 10 ou 12 que os carros nas mãos dos proprietários. Além disso, a marca nipónica promete que as baterias terão reutilização.
baterias_nissan00-720x411.jpg
Atualmente, o preço do pack de baterias ronda os 5 mil euros, mas na primeira geração custavam mais de 20 mil euros.

Baterias Leaf cada vez mais baratas e com mais longevidade
A Nissan reivindica que as baterias dos Leaf durarão pelo menos 22 anos. A empresa nipónica afirma que as baterias atingem cerca de 10 a 12 anos mais do que o tempo médio que as pessoas mantêm o próprio carro elétrico.

A empresa chegou às suas conclusões com base nos dados dos 400 mil Leafs vendidos na Europa desde 2011. Quem o afirmou foi o diretor da Renault-Nissan Energy Services, Francisco Carranza, no Automotive News Europe Congress, nesta semana.
Vamos ter que recuperar as baterias.

Referiu Carranza no evento.


Mas o que se vai fazer às baterias usadas?
A Nissan está a considerar várias opções para reutilização. Como um exemplo, a empresa já tem um sistema de armazenamento de 3 megawatts na arena Johan Cryuff, em Amesterdão. Segundo a empresa, estão já em utilização 148 baterias Leaf novas e usadas.

Além do mais, a empresa também oferece painéis solares domésticos e opções de bateria. Em conjunto com outras empresas, como a Honda, a Nissan procura novas formas de usar as baterias dos carros elétricos. Uma das ideias é armazenar eletricidade da rede e devolvê-la nos horários apropriados, com a receita a regressar ao carro dos proprietários.
baterias_nissan02-720x449.jpg
Desde há vários anos que a Nissan tem estudado este tipo de projeto. A ideia é fazer com que os carros elétricos alimentem a rede de forma a carregar os carros. Tudo acontece numa ótica de poupança de custos.

No ano passado, a empresa até estreou um moderno poste de luz alimentado por baterias Leaf usadas e painéis solares.

A Automotive News Europe também observa que a Leaf está certificada como uma central de energia na Alemanha, Dinamarca e Reino Unido, o que permite ligar-se à rede de maneira mais tradicional.
baterias_nissan01-720x548.jpg

Em 2018, a Nissan introduziu um programa para substituir as antigas baterias dos carros elétricos Leaf. Além disso, a fabricante automóvel também vendeu a sua divisão de produção de células de bateria. Foi uma etapa que contou com uma longa procura por um comprador. Contudo, agora enfrenta uma realidade dura em vários campos.



Prisão do ex-CEO Carlos Ghosn está a deixar a marca em maus lençóis
Segundo a Reuters, o CEO da Nissan, Hiroto Saikawa, disse numa conferência de imprensa em meados deste mês que “hoje chegámos ao fundo do poço”.

Saikawa também referiu que “a maioria dos problemas que estamos a enfrentar é o legado negativo do nosso antigo líder”. Esta foi uma referência ao ex-CEO Carlos Ghosn, que foi preso em novembro passado e afastado da empresa por suposta má conduta financeira. No entanto, Ghosn, que negou todas as acusações, aguarda julgamento no Japão.

Fonte: https://pplware.sapo.pt/motores/nissan- ... tilizacao/
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem, tem de estar registado


Continue a participar activamente.
A sua colaboração é fundamental para existência do fórum

Responder

Voltar para “Notícias”