Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

edeluz
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 735
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 122 vezes
Agradecimento recebido: 22 vezes

Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por edeluz »

Olá a todos,

Como devo fazer a protecção de equipamentos (sobreintensidades) em que consumo de cada um ronde os +/-2.2W?

Tenho uns 5 carregadores para alimentar switch, routers e outros aparelhos. Mais uma UPS igual a esta: https://www.apc.com/shop/pt/pt/products ... -BX700U-GR#

Não vou lá com disjuntores. Estou a pensar em fusíveis...mas será a melhor opção? Existirão opções mais modernas?

Obrigado


Avatar do Utilizador
Mário
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 7672
Registado: 09 nov 2007, 22:11
Localização: Lisboa
Enviou: 3 vezes
Agradecimento recebido: 156 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por Mário »

Boas

Eu ia para disjuntor dado que vou proteger os condutores (cabos) , os equipamentos é que têm de ter proteção própria.

Cump
Mário
Lembrem-se ! Mais detalhes = Melhores respostas
Também: Se receberem uma resposta, é educado responder a ela.
luisilva78
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 496
Registado: 09 dez 2014, 19:10
Profissão: Eng.º Electromecânico
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 46 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por luisilva78 »

Que cabo vai usar para alimentar esses equipamentos? Não será esse cabo que tem que proteger?
edeluz
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 735
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 122 vezes
Agradecimento recebido: 22 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por edeluz »

Boas

Irei utilizar um 3G1.5 com uma distância de 2 metros no máximo do máximo (método de instalação = calha omega ventilada). No que toca a corrente (ainda não medi) mas devo andar com menos do que cinco ampere. Existe disjuntor que consiga ver isso?

Concordo em que tenho que proteger apenas o cabo. A questão é identificar um equipamento de protecção que consiga ver correntes tão baixas.

Cumps
Avatar do Utilizador
Mário
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 7672
Registado: 09 nov 2007, 22:11
Localização: Lisboa
Enviou: 3 vezes
Agradecimento recebido: 156 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por Mário »

Creio que há de 2amp

Cump
Mário
Lembrem-se ! Mais detalhes = Melhores respostas
Também: Se receberem uma resposta, é educado responder a ela.
edeluz
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 735
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 122 vezes
Agradecimento recebido: 22 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por edeluz »

Não estou habituado a proteger correntes tão baixas que nem sabia que havia (https://www.hager.pt/catalogo-de-produt ... m/4493.htm)

Obrigado
luisilva78
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 496
Registado: 09 dez 2014, 19:10
Profissão: Eng.º Electromecânico
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 46 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por luisilva78 »

edeluz Escreveu: 06 jun 2021, 21:33 Boas

Irei utilizar um 3G1.5 com uma distância de 2 metros no máximo do máximo (método de instalação = calha omega ventilada). No que toca a corrente (ainda não medi) mas devo andar com menos do que cinco ampere. Existe disjuntor que consiga ver isso?

Concordo em que tenho que proteger apenas o cabo. A questão é identificar um equipamento de protecção que consiga ver correntes tão baixas.

Cumps
Parece-me que há aí alguma confusão. O que é necessário para dimensionar a protecção é a corrente admissível do cabo que vai usar (não é a corrente que o equipamento está a consumir). Recorde-se que as condições de dimensionamento são:
Ib <= In <= Iz
I2 <= 1,45 Iz

Sendo assim, aquilo que a protecção tem que ver é a corrente admissível do cabo (In <= Iz) e tem que deixar passar a corrente de serviço (Ib <= In). Então, o equipamento até pode consumir 0,5A, se tiver um cabo com 1,5mm2 terá que proteger essa canalização com um disjuntor de 10A.
Venancio
Curioso
Curioso
Mensagens: 11
Registado: 06 mar 2021, 19:09
Profissão: Electricista
Localização: Charneca da Caparica
Enviou: 3 vezes
Agradecimento recebido: 2 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por Venancio »

A ups é de 700 W mais carregadores considere 1 KW em potência ,cabo1.5mm ,dois metros de comprimento julgo que um disjuntor de 6amp protege todo o sistema ,porém a UPS só por si tem protecções.
Só para proteger a UPS 4 amp deverá ser suficiente , e equipamentos ligados a UPS.

Cump.
edeluz
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 735
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 122 vezes
Agradecimento recebido: 22 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por edeluz »

Eu mesmo me expliquei mal e acabei por conduzir a conversa para onde não queria.
Não pretendo proteger o cabo, pois isso sei fazer (ou melhor, penso que sei :D a velha guarda neste momento deve-se ter remexido na cadeira ao ler isto! :)

O que pretendo, também, proteger é o equipamento. Ou melhor, evitar que este arda. Vamos supor que um dos transformadores começa a arder devido a um curto ou sobrecarga que os disjuntores não conseguem detectar (suponhamos que tenho um disjuntor de 2A curva C).
O equipamento começa a arder e continua energizado. A corrente de curto ou sobrecarga não é suficiente para fazer actuar o disjuntor (pois estamos a falar de carregadores e existe lá um transformador abaixador pelo meio).

De que forma poderei proteger a instalação (e o espaço) deste tipo de situações?

Cumps
rainbow
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 1245
Registado: 10 ago 2009, 10:15
Enviou: 4 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por rainbow »

Boa noite.
edeluz Escreveu: 10 jun 2021, 20:48 O equipamento começa a arder e continua energizado. A corrente de curto ou sobrecarga não é suficiente para fazer actuar o disjuntor (pois estamos a falar de carregadores e existe lá um transformador abaixador pelo meio).

De que forma poderei proteger a instalação (e o espaço) deste tipo de situações?
Detector termovelocimétrico? :D
luisilva78
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 496
Registado: 09 dez 2014, 19:10
Profissão: Eng.º Electromecânico
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 46 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por luisilva78 »

Isso é muito "se". O curto-circuito, com um cabo de 2 metros não depende do cabo nem do equipamento, mas de tudo o que está a montante do quadro. Por isso esses "ses" não fazem muito sentido. No entanto, nada impede de colocar um disjuntor de um calibre mais baixo, desde que seja superior à corrente de serviço.
ohmico
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 1755
Registado: 22 fev 2008, 14:44
Enviou: 12 vezes
Agradecimento recebido: 45 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por ohmico »

edeluz Escreveu: 10 jun 2021, 20:48 Eu mesmo me expliquei mal e acabei por conduzir a conversa para onde não queria.
Não pretendo proteger o cabo, pois isso sei fazer (ou melhor, penso que sei :D a velha guarda neste momento deve-se ter remexido na cadeira ao ler isto! :)

O que pretendo, também, proteger é o equipamento. Ou melhor, evitar que este arda. Vamos supor que um dos transformadores começa a arder devido a um curto ou sobrecarga que os disjuntores não conseguem detectar (suponhamos que tenho um disjuntor de 2A curva C).
O equipamento começa a arder e continua energizado. A corrente de curto ou sobrecarga não é suficiente para fazer actuar o disjuntor (pois estamos a falar de carregadores e existe lá um transformador abaixador pelo meio).

De que forma poderei proteger a instalação (e o espaço) deste tipo de situações?

Cumps
Boas,

umas vezes diz querer proteger a instalação, outras diz querer proteger os equipamentos...
Dá-me a impressão que está a querer inventar.

A UPS não necessita de protecção pois esta já integra o equipamento, já quanto aos referidos transformadores teria que dizer do que é que está a falar, isto é, se vai plantar uns transformadores arranjados por si ou se já é equipamento normalizado próprio para a utilização que pretende.

Quanto ao arder, se tem assim tanta confiança o melhor será instalar um sistema de detecção de incêndio e já agora conjugado com extinção.

Ohmico
edeluz
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 735
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 122 vezes
Agradecimento recebido: 22 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por edeluz »

ohmico Escreveu: 11 jun 2021, 14:34
edeluz Escreveu: 10 jun 2021, 20:48 Eu mesmo me expliquei mal e acabei por conduzir a conversa para onde não queria.
Não pretendo proteger o cabo, pois isso sei fazer (ou melhor, penso que sei :D a velha guarda neste momento deve-se ter remexido na cadeira ao ler isto! :)

O que pretendo, também, proteger é o equipamento. Ou melhor, evitar que este arda. Vamos supor que um dos transformadores começa a arder devido a um curto ou sobrecarga que os disjuntores não conseguem detectar (suponhamos que tenho um disjuntor de 2A curva C).
O equipamento começa a arder e continua energizado. A corrente de curto ou sobrecarga não é suficiente para fazer actuar o disjuntor (pois estamos a falar de carregadores e existe lá um transformador abaixador pelo meio).

De que forma poderei proteger a instalação (e o espaço) deste tipo de situações?

Cumps
Boas,
umas vezes diz querer proteger a instalação, outras diz querer proteger os equipamentos...
Dá-me a impressão que está a querer inventar.
Tive o cuidado de informar os foristas de que eu próprio estava a confundir o que queria, conduzindo assim a conversa no sentido errado.
ohmico Escreveu: 11 jun 2021, 14:34 A UPS não necessita de protecção pois esta já integra o equipamento, já quanto aos referidos transformadores teria que dizer do que é que está a falar, isto é, se vai plantar uns transformadores arranjados por si ou se já é equipamento normalizado próprio para a utilização que pretende.
Vamos supor que uma das baterias começa a arder, devido a uma falha da mesma. Irá originar um curto ou uma sobrecarga. Nesse caso, penso que fará sentido proteger o cabo que alimenta a UPS com um disjuntor magnetotérmico.

Em relação aos carregadores, olho sempre com desconfiança para eles. Um deles é proveniente da MEO e o primeiro que o técnico queria instalar tinha andado na guerra no interior da carrinha :o

Não quero conduzir a conversa para um debate entre "Proteger ou não a instalação de incêndio devido a problemas eléctricos?". Pois isso erá depender muito da noção e percepção do perigo de cada um de nós. Mas nos últimos anos tenho começado ficar mais sensível para a prevenção de incêndios, isso tenho. Basta ir acompanhando as notícias sobre incêndios em casas em que não se descobre as causas (ou fica-se apenas com uma pequena noção da origem do incêndio).
ohmico Escreveu: 11 jun 2021, 14:34 Quanto ao arder, se tem assim tanta confiança o melhor será instalar um sistema de detecção de incêndio e já agora conjugado com extinção.
rainbow Escreveu: 10 jun 2021, 22:29 Detector termovelocimétrico?
Em quais empresas aconselham comprar esses detectores e sistemas de extinção de incêndio? Os detectores já pesquisei na Mauser (https://mauser.pt/catalog/index.php?cPath=554_2762) mas procuro material de marcas mais fiáveis, como Bosch, por exemplo.
luisilva78 Escreveu: 10 jun 2021, 22:53 Isso é muito "se". O curto-circuito, com um cabo de 2 metros não depende do cabo nem do equipamento, mas de tudo o que está a montante do quadro. Por isso esses "ses" não fazem muito sentido. No entanto, nada impede de colocar um disjuntor de um calibre mais baixo, desde que seja superior à corrente de serviço.
"O curto-circuito, com um cabo de 2 metros não depende do cabo nem do equipamento, mas de tudo o que está a montante do quadro." Está a referir-se às protecções (aparelhagem), correcto? O seu "quadro" é o meu parcial, onde pretendo dizer que quem deve proteger este é o principal. O que me está a fazer confusão na sua frase é o termo "montante". É preciso esclarecer a partir de qual ponto estamos a analisar a instalação, senão eu falo de uma coisa e você de outra :D Pois quem provoca uma sobreintensidade tanto pode ser o cabo como a carga.
Concordo com o dimensionamento do calibre de valor mais baixo/justo.

Obrigado a todos
luisilva78
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 496
Registado: 09 dez 2014, 19:10
Profissão: Eng.º Electromecânico
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 46 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por luisilva78 »

edeluz Escreveu: 12 jun 2021, 19:30 (...)
"O curto-circuito, com um cabo de 2 metros não depende do cabo nem do equipamento, mas de tudo o que está a montante do quadro." Está a referir-se às protecções (aparelhagem), correcto? O seu "quadro" é o meu parcial, onde pretendo dizer que quem deve proteger este é o principal. O que me está a fazer confusão na sua frase é o termo "montante". É preciso esclarecer a partir de qual ponto estamos a analisar a instalação, senão eu falo de uma coisa e você de outra :D Pois quem provoca uma sobreintensidade tanto pode ser o cabo como a carga.
Concordo com o dimensionamento do calibre de valor mais baixo/justo.
(...)
Quem provoca a sobreintensidade é a carga, sim. O que deve ser protegido no caso de sobreintensidade é o cabo (cada cabo, nas condições em que está instalado, tem uma corrente máxima que pode circular por ele, também conhecida por corrente admissível). Para um cabo de uma determinada secção corresponde uma determinada protecção (os exemplo mais comuns são: condutor de 1,5mm2 = disjuntor de 10A; condutor de 2,5mm2 = disjuntor de 16A).
Para o caso do curto-circuito, a carga não é utilizada para a análise, uma vez que o circuito termina antes da carga. Nestes casos as correntes que circulam nos condutores têm valores muito altos, uma vez que a única limitação que existe para que as correntes não aumentem até ao infinito é a impedância dos cabos (I = U/R). Esta análise começa no gerador e termina no ponto onde o curto-circuito ocorre. A análise normalmente é simplificada e inicia-se no PT, uma vez que a impedância que está a montante deste ponto é muito mais pequena que a que está a jusante.
A protecção é a aparelhagem que protege a instalação (neste caso o cabo que alimenta as UPS, ou o que quer que seja) e que está instalada no quadro (não sei qual é o quadro, não conheço a instalação).

Já agora, outra coisa que pelos visto não sabe, uma vez que ainda não tocou no assunto: se utilizar um disjuntor de curva B em vez de um disjuntor de curva C aumenta para o dobro a sensibilidade e, portanto, a capacidade de detecção de curto-circuitos.

Outra coisa é que, segundo as RTIEBT, para proteger uma instalação contra incêndios de origem eléctrica, utilizam-se protecções diferenciais.
ohmico
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 1755
Registado: 22 fev 2008, 14:44
Enviou: 12 vezes
Agradecimento recebido: 45 vezes

Re: Protecção - Sobreintensidades - Aperelhos de baixa potência

Mensagem por ohmico »

Boas,

habitualmente carrega o telemóvel numa tomada, como é que está protegido para a eventualidade de a fonte arder?

Cuidado que a DI é outra especialidade.

Continuo a achar que está numa de D. Quixote a ver "moínhos".

Ohmico
Responder

Voltar para “Proteção Elétrica”